> Carl Segan: um homem de fé ?

O astrônomo norte americano, ateu militante e entusiasta da busca de vida extra terrestre, mostra-se contraditório e extremamente crente no improvável cientificamente.
O festejado Carl Sagan, astrônomo americano, conhecido pela série “Cosmos” foi autor de muitas obras onde, usando de ciência e pseudo-ciência (aquela que especula sobre o que não sabe, mas estabelece tais especulações como verdades), pregava - em suma - que a idéia de um Deus era primitiva - como aliás os ateus em geral o fazem.

Pois o curioso é que ele foi um dos maiores entusiastas e idealizadores do projeto SETI (Search for Extra-Terrestrial Intelligence, que significa Busca por Inteligência Extraterrestre).

Neste projeto, o objetivo é analisar o máximo de sinais de rádio captados por radiotelescópios terrestres (principalmente pelo Radiotelescópio de Arecibo), a partir da idéia de que se existe alguma forma de vida inteligente no universo, ela tentará se comunicar com outras formas de vida através de ondas eletromagnéticas (sinais de rádio), pois estas representam a forma de transmissão de informação mais rápida conhecida. (Wikipedia).

Entendia Sagan que se a resposta vinda do espaço representasse um conjunto de números primos, isto seria um sinal inequívoco de que uma inteligência superior havia entendido a mensagem e respondido.

O curioso, é que o mesmo Sr. Sagan não reconheceu uma inteligência superior nas bilhões de complexas combinações químicas necessárias para que a uma simples célula viva exista.

Ou seja: uma sequencia de cinco números faria o escritor/cientista/ateu militante crer numa inteligência superior; mas os organismos vivos, com toda sua complexidade indicavam para ele somente um acaso, uma coincidência...
O que há de "científico" nesta óbvia incoerência ?
De qualquer maneira o Sr. Sagan, morto em 1996 aos 61 anos, já deve ter enfim descoberto a verdade.

Infelizmente tarde demais.
É preciso muita fé no improvável para ser ateu.

"Nenhum homem diz 'Deus não existe', a não ser aquele que tem interesse em que Ele não exista". (Agostinho).

-----------------
[F.R. Luz, sobre texto constante no livro “Não Tenho Fé Suficiente Para Ser Ateu", de Norman L. Geisler e Frank Turek, Editora Vida]
.
Links para aprofundamento:
Projeto S.E.T.I
Como funciona o Projeto SETI

14 comentários:

  1. Marcio Scheibel25/05/2010 12:38

    "Deuses" são inventados pelo homem desde a idade das cavernas. Um único deus, foi inventado depois pra "ganhar" de todos os outros deuses, iniciando a INTOLERÂNCIA religiosa, guerras "santas" e outros absurdos do homem. A religião é uma psicopatia reforçada por lavagem cerebral, que nunca fez e nunca fará sentido algum para os "não-afetados" por ela. Crer no Papai Noel e no Coelhinho da Páscoa é mais plausível do que acreditar em DEUS, pois este último seria MUITO MAIS PODEROSO e inclusive poderia criar os outros dois num piscar de olhos com sua onipotência, concorda? Números primos (não sei se bastaria apenas 5?) são combinações não muito naturais, e relamente vindo como sinais de rádio do espaço, me parece uma boa hipótese de tentativa de comunicação.
    17 de maio de 2010 07:00
    Marcio Scheibel disse...
    Por último, não creio que Sagan tenha desocberto algo após a morte - afinal, ele estava morto. Mas com certeza descobriu muita coisa durante a sua vida. Conseguiu enxergar mais do que 90% da humanidade...
    17 de maio de 2010 07:02

    ResponderExcluir
  2. Ops. A geração espontânea da vida ainda carece de explicações científicas.

    Quem é o radical aqui ?

    ResponderExcluir
  3. Marcio Scheibel25/05/2010 12:39

    Então você acredita que o Coelhinho da Páscoa existe mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Não. Nem em geração espontânea da vida.

    ResponderExcluir
  5. Sua ignorância é tão absurda (esclarecido pelos outros posts em que vc incentiva queima de livros não-católicos e preconceito) que vc ocnfunde ATEU com crença em ciência. ATEU significa NÃO CRER. Não sou cego pela ciência, medicina, nada. Só tenho bom senso. Não interessa qual a origem da vida, nem sabemos se um dia iremos descobrir, mas com certeza, não foi uma fada que veio do nada, ou um DEUS que ninguém criou.

    Veja seu raciocinio. Digamos que ninguem soubesse quem inventou o chocolate, e que ele existisse ha milhares de anos. Entao, uns 2 mil anos atras, alguem surge dizendo que o chocolate foi inventado por uma criatura magica chamada COELHINHO DA PASCOA. Todos acreditam, pois eram pessoas de pouco conhecimento e os que acreditavam eram convincentes, e ensinavam seus filhos desde pequeninos a acreditar no coelho da pascoa, que fazia muitas coisas boas e havia inventado o chocolate. Então, um dia um pesquisador lendo registros historicos diz que acredita que quem tenha inventado o chocolate tenha sido uma antiga e poderosa civilização latino americana. Todos acham absurda a idéia, afinal sempre se soube que foi o coelhinho da pascoa. E ponto final.

    Percebe a relação com suas crenças infundadas?

    Mesmo que o pesquisador não tenha como provar a existencia da poderosa nação, ou que ela tenha criado o chocolate, ou que talvez ele esteja totalmente errado e o chocolate tenha sido inventado pelos chineses na Ásia, o fato dele estar errado NÃO SIGNIFICA que existe coelhinho da páscoa.

    Sei que estou falando com uma parede aqui, mas sou obrigado a tentar. É uma questão de bom senso.

    ResponderExcluir
  6. Sua analogia com o chocolate e o coelinho da Páscoa pode ser engraçadinha, mas não resiste a 10 segundos de pensamento. Veja só: vc quis fazer uma comparação entre os “registros históricos” e as descobertas científicas que explicariam o surgimento da vida ? Quais seriam estas descobertas que explicariam o surgimento da vida ? Nenhuma meu caro. A ciência remete à uma improvável, inexplicável, irreproduzível e imaginária GERAÇÃO ESPONTÂNEA da vida.
    Falando na linguagem da historinha: Digamos que ninguém soubesse a origem do chocolate, mas todos viam e saboreavam a iguaria. Ninguém sabia como o chocolate era feito, nem conseguiam chegar perto de fazer o chocolate por si próprios...Mas existia um livro que dizia que os chocolates apareciam porque um Mestre Chocolateiro, habilidoso e amoroso, inventou o chocolate, usando a polpa de cacau, leite, açúcar e outros tantos ingredientes. Neste Livro, constava o registro de pessoas que diziam ter falado com o próprio Mestre Chocolateiro, relatando que Ele disse que fez o chocolate com ingredientes da própria cidade, e que o fez porque amava as pessoas. Dizia também o Mestre a maneira de conservar o chocolate por mais tempo, e relatava a “receita” de todos os tipos de chocolate que existiam: brancos, pretos, crocantes, recheados...Quem, procurava o Mestre, sempre O encontrava. Todos viam os chocolates, mas só quem queria é que via o Mestre Chocolateiro.
    (segue abaixo)

    ResponderExcluir
  7. Um outro grupo dizia que este Livro era uma fantasia, um delírio, pois “não existiam provas da existência” do Mestre Chocolateiro e que o “mais razoável” seria crer que o chocolate surgiu espontaneamente, quando um fruto do cacaueiro caiu em uma pedra e deste choque, lhe foi extraída a semente, que secou - um dia esta semente seca foi prensada por uma avalanche e daí se extraiu a polpa. Esta polpa foi levada pela força do vento para dentro de um tacho de metal, que estava bem naquele momento cheio do leite que um bezerro regurgitou. Após isso, o vento trouxe uma porção exata de açúcar e... veja só, caiu bem dentro do tacho. Mas a sopa orgânica ainda estava fria.. Então caiu um raio bem na floresta onde estava o tacho e, adivinhe: a mistura ferveu com o fogo (pois o vento havia levado lenha seca exatamente para a base do tacho). Então a coisa começou a ferver, por sorte dentro do tacho só ficaram os ingredientes, nenhuma sujeirinha, nada. Então, exatamente de 20 em 20 segundos, a mistura era mexida por um graveto em forma de colher que não se havia queimado e que o vento balançava...Então formou-se a massa de chocolate, que caiu numa pedra estranhamente plana que ficava do lado do tacho, que virou com a força do vento... Esfriou a massa e então caiu uma árvore seca e limpa sobre ela, partindo-a em pedaços idênticos em forma de cubos. Completando o processo aleatório, embalagens laminadas trazidas pelo vento foram se encaixando uma a uma nos cubos de chocolate... Essa era a versão racional dos descrentes no Mestre Chocolateiro. Quando convidados a repetir o processo de criação, eles diziam que já não era possível reproduzir todas as variantes e que por isso não poderiam demonstrar “cientificamente” como surgiu o chocolate atual, fruto da “evolução” daquele chocolate primitivo (ele ganhou embalagens de papel e novos sabores...). Eles chamavam os crentes no Mestre Chocolateiro de “delirantes”, fanáticos”, “obscuros”...
    “Percebe a relação com suas crenças infundadas?”
    A minha crença e a sua crença não são fundamentadas nas leis naturais. Questão de livre-arbítrio.
    Sei que estou falando com alguém que tem uma centelha divina, e sou obrigado a tentar. É uma questão de testemunho.
    A propósito: não sou católico.
    Bons chocolates para você.

    ResponderExcluir
  8. Sr. Marcio
    Seus comentários sempre foram bem vindos enquanto mantinham vínculo estreito com a civilidade. Ofensas pessoais não contribuem em nada para o debate sobre um assunto tão sério. Desejo-lhe sinceramente sucesso na busca pela Verdade Fundamental.

    ResponderExcluir
  9. Puxa, engraçado que meu post sumiu né? É fácil viver em uma "verdade fundamental" mentirosa e apagar todas as outras verdades né?
    Viva a internet.
    "Vamos celebrar a estupidez humana....."

    Interessante que todos os meus outros posts mantinham apenas um "vínculo estreito com a civilidade"? Ah claro, se eu não acredito em deus nao sou civilizado. Lembrei dos europeus e missionarios que exterminaram os "selvagens" pagãos no resto do mundo, e catequizaram eles para que pudesses ser "salvos". Imagina" Ficaram milhares de anos todos indo para o inferno sem saber que um profeta apareceu do nada no outro lado do mundo. Deus foi muito esperto! Mas acho que ele teria salvo mais almas se tivesse mandado jesus para a china! Lá tem mais gente, e os coitados estao todos indo para o inferno até hoje!

    Vai apagar esse post tb, sr. cristão civilizado e covarde?

    Viva na sua negação.
    (ah, vc vai dizer q eu q estou negando, ams vc nega todas as outras religioes, entao eu nego apenas uma religiao a mais que vc, seja qual for sua religiao)

    Religião é coisa do diabo! :D

    ResponderExcluir
  10. Caro Sheibel: No seu último comentario, vc só reafirmou sua descrença e, de modo inédito, apelou para agressões pessoais (ou vc acha que chamar alguém de idiota e ignorante é apenas um recurso de retórica?).
    A propósito: "vínculo estreito" quer dizer algo como "ligação verdadeira". Foi um elogio e um modo de dizer que xingamento não vale.

    Fundamentalmente vc não trouxe nada de novo, portanto não foi por medo de sua "argumentação" que eu retirei o comentário. Aliás, vc trouxe sim algo de novo: Vc insinuou que não crê na geração espontânea da vida.
    Só por curiosidade então: quem não crê nem na Criação Divina e nem na geração espontânea da vida, crê em que ?
    volte sempre.

    ResponderExcluir
  11. ignorante é qualquer um que IGNORA/desconhece algum assunto.
    Se soltei um idiota tb em algum momento, peço desculpas, pensei alto!
    E me desculpe, mas crer em coisas absurdas ou acreditar no que outro fala cegamente sem raciocinar, é coisa de idiota não?
    A geração espontanea não é para ser acreditada ou noa, é para ser estudada. Com certeza falta muita coisa a ser descoberta, e como ja falei antes, muito provavelmente nunca sera descoberta. Mas o fato de nao sabermos como pedra virou celula, nao justifica vir com teorias "batata-quente" do tipo "a vida veio de outro planeta" ou "papai noel criou o mundo". Lembra da minha fabula do chocolate? NAO saber a verdade nao significa q uma coisa escrita ha milhares de anos atras e seguida na forma de lavagem cerebral é verdade. É absurdamente incoerente e tolo. Se vc ler DE NOVO o chocolate, umas cem vezes, vc vai pegar o meu ponto uma hora. (ou não). Leia meu outro post tb, acho q ficou melhor do q esse aqui. Na verdade estamos discutindo a mesma coisa em varios posts, entao por isso acaba ficando repetitivo, sem falar q varias vezes deu erro em posts no passado (felizmente isso nao aconteceu mais).
    Nao espero q vc caia a ficha. Até onde sei, foi provado cientificamente q vc tem uma área diferente do cérebro predominando. vc sabia disso? e qndo vc usa essa area, vc para de raciocinar, ela bloqueia.... interessante nao? todos os fanatismos "apelam" para essa área. As pesquisas revelaram ela se ativando qndo se fala de POLITICA, ESPORTES (times), RELIGIAO.
    Tudo farinha do mesmo saco.
    Tudo precisando de tratamento.
    ;)
    Vou tentar ficar mais light ok? afinal, é uma causa perdida.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Crer ou não crer é uma questão sua, individual e livre. Não tenho a mínima pretensão de fazer vc mudar de opinião na base da argumentação, simplesmente porque crer no Invisível e no Transcendental não é algo que se submete à experimentação casualística material. Aliás, crer é uma aberração para os parâmetros do mundo material. Mas maravilhosamente a crença permanece por séculos e não é a explicação simplista de que crer é um recurso de ingênuos que vai explicar o fenômeno da fé. Muitos crêem: analfabetos, Phd's, pobre, ricos...

    mas não é cabível invocar a razão para descrer.

    Mas crentes e descrentes saberão a Verdade quando nossos dias acabarem.

    ResponderExcluir